O LEÃO E A FLORESTA

Vai
Dança conforme tua música
Viaja pelo teu mundo
Encontra tuas buscas
Faz teu destino

Vai
Leva contigo tuas lembranças
Leva as minhas na tua mudança
Deixa em mim tua ausência
Deixa-me aqui
Deixa-me e vai

Vai
Deixa tudo para trás
Teu povo, tua graça, tuas moradas
Deixa em mim tuas palavras
Deixa-me
Quebra tuas promessas e vai

Vai expandir teu reinado
Deixa tua coroa
E leva meu cajado da paz


15 comentários:

  1. De cada poema se tira uma mensagem própria.
    Vale a pena deixar-se tudo e arriscar-se, mesmo que deixemos pessoas. Mas importante ainda é o que você disse, ".. leva teu cajado de paz"

    http://jovemandrade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. belas palavras!!!
    "vai mas leva tua lembrança"
    blog excelente

    ja estou te seguindo
    sigam o meu também
    http://alem-da-pele.blogspot.com
    sucesso!

    ResponderExcluir
  3. belas palavras,
    sair em busca do destino sem esquecer o passado, levando as lembranças, é a vida é isso.

    ResponderExcluir
  4. Lindas palavras...
    Parabéns pelo blog!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito lindo o poema, parabéns :D
    vou te seguir tá ;)
    bjs ;*

    ResponderExcluir
  6. Um poema realmente bonito! Parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Um poema realmente bonito. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. poemas sempre são f#das parabens

    ResponderExcluir
  9. Você escreve poemas maravilhosos, já pensou em transforma-los em música?
    Beijos, se puder visita o meu :*

    ResponderExcluir
  10. Sou Fã do seu blogger...Parabéns..vc que fez este poema??
    Muito bom!!
    Parabéns mais uma vez!!!

    ResponderExcluir
  11. Muito bom parabesn mesmo!!
    to gostando do teu blog vou seguir
    ;*


    www.ylaviolet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho um poema com vai tbm no blog meu: http://seuvicio.blogspot.com/2009/10/hora-d-dia-h.html

    incríveis as semelhanças!

    ResponderExcluir
  13. Amo vc.. Onde a saudade sempre alcança e onde há duas coroas.

    ResponderExcluir
  14. Amo vc.. Onde a saudade sempre alcança e onde há duas coroas.

    ResponderExcluir