OITO DE PAUS



Lôran, Lôran... Você e suas histórias.
Marula, Marula... Você e sua marola.
Abduziram minha cabeça, foi embora minha razão.
Agora, meu coração felino virou rascunho de gente grande,
projeto de pensamento e oficina de arte.
Me plantei na semente da dúvida e vivo a balançar

minhas emoções nas estrelas, perto de onde foi parar minha razão, na lua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário